Dentro e por meio de uma pequena comunidade

Depois de quase 50 anos de trabalho de tradução, o povo Barlig da Província da Montanha nas Filipinas agora tem a Bíblia inteira no idioma do coração – finallig. Embora possa ter parecido uma jornada longa e difícil, essa comunidade linguística de cerca de 6.000 falantes, perseverou em traduzir a Bíblia por conta própria. E o que eles fizeram não apenas abençoou sua própria comunidade, mas também serviu de exemplo para um grupo linguístico vizinho que espera pela Palavra de Deus.

Traduzindo a Bíblia em barlig 

A dança tradicional foi realizada durante a celebração da Bíblia Barlig. (Foto: Ablaze Media)

Devido à pandemia do COVID-19, a etapa final de conclusão da Bíblia em finallig foi repleta de desafios. Os confinamentos nas Filipinas dificultaram, se não impossibilitaram, que a equipe conseguisse papel para impressão e depois entregasse caixas de Bíblias impressas na área de Barlig.

Embora atrasada, a celebração bíblica foi realizada finalmente em 28 de maio de 2022.

Foi preciso uma aldeia para a conclusão da Bíblia Finallig – o esforço e o compromisso imensuráveis de tradutores da Bíblia dos EUA, Japão e Barlig, além de muitas orações, apoio financeiro, entre outros, de todo o mundo. Quando amigos e simpatizantes no exterior souberam do plano de comemoração, muitos decidiram ir compartilhar a alegria com o povo Barlig neste dia especial.

Para os Barlig, alguns rostos familiares se destacaram entre os convidados vindos de outras partes das Filipinas e do exterior. Dave e Joan Ohlson (EUA) foram pioneiros no projeto de tradução Barlig. Dave e Joan se mudaram para cá, em 1975, para iniciar a tradução depois que Dave fez uma pesquisa de idiomas na área de Barlig.

Dave Ohlson (segundo à esquerda), Fukuda San (extrema direita) e dois anciãos da vila de Barlig tiraram uma foto juntos após a celebração. (Foto: Facebook de Fukuda San)  

Em 1982, Dave tornou-se diretor da SIL Filipinas. Apesar de se sentirem relutantes, eles tiveram que deixar Barlig e as pessoas que haviam aprendido a amar. Quando eles estavam prontos para se mudar, outro jovem casal, Takashi e Aiko Fukuda (Japão), foi designado para Barlig a fim de continuar o trabalho. Na época, os Fukuda estavam em Kadaclan, uma área linguística vizinha. Eles se mudaram para Barlig em 1984. Outra tradutora da Wycliffe Japão, Kiyoko Torakawa, juntou-se a eles no mesmo ano. Em 1999, um casal canadense, Rundall e Judi Maree, foi designado como diretores de projeto.

A Fase FSS

De acordo com Takashi (conhecido como Fukuda San), a maior parte do trabalho em Barlig foi iniciada por trabalhadores expatriados antes dos anos 2000. Então, em 2003, a Fialikia* Scripture Society (FSS) [Sociedade Bíblica Fialikia, em tradução livre], uma organização local, foi formada para assumir o projeto de tradução para o barlig. Ela surgiu de um consenso comum e de uma decisão importante nos anos 2000 – os tradutores do Barlig continuarão a tradução de toda a Bíblia até a conclusão. Assim, três tradutoras locais foram contratadas e treinadas para continuar a tradução ao lado de Kiyoko e outros trabalhadores expatriados. Quando o Novo Testamento finallig foi concluído em 2004, a FSS iniciou o trabalho no Antigo Testamento imediatamente.

* Fialikia é a palavra raiz de finallig

“Durante a fase pré-FSS, os Ohlson, os Fukuda e Kiyoko Torakawa produziram vários livros do Novo e Antigo Testamento, assim como muitos materiais de alfabetização”, lembrou Fukuda San. “Elas eram tradutoras de outros idiomas, mas lançaram uma boa base para o futuro trabalho dos tradutores de idioma materno (TIM).”

Fukuda San ficou feliz em ver como o pessoal do Barlig abraçou o próprio projeto. Ele também acredita que todos os mais de 2.000 projetos de tradução restantes no mundo, serão em grande parte realizados pelos TIM.

“A FSS é um bom exemplo de trabalho de TIM”, disse Fukuda San. “Eles têm uma diretoria em funcionamento, tradutores no idioma materno e apoio da comunidade. Os membros da diretoria são pessoas comuns, como professores de escolas locais, funcionários de escritórios municipais e agricultores. Os tradutores também são pessoas comuns, mas carregam essa pesada responsabilidade há mais de 20 anos e agora toda a Bíblia na língua barlig está pronta.”

As três tradutoras do Barlig (da esquerda para a direita): Meriam Challiis, Doralyn Challoy e Veronica Pinos-an, e as Bíblias finallig. (Foto: Ablaze Media)

Enquanto algumas pessoas acreditam que gastar 50 anos para concluir uma tradução é algo muito lento, Fukuda San entende de forma diferente.

“Parece que a obra de Deus é lenta às vezes… Nós só precisamos pedir ao Senhor [por misericórdia] para que possamos nos aproximar dEle e nos alinhar com Ele. É trabalho dEle, não nosso. Somos chamados a nos juntar a Ele, no ministério dEle”.

Traduzindo a Bíblia em Barlig

O povo Barlig completou a missão de traduzir toda a Bíblia em seu idioma. Mas o trabalho deles não está terminado.

Ao viver na área oriental de Bontoc, o povo Kadaclan também fala um idioma intimamente relacionado ao finallig. No entanto, eles não entendem completamente o finallig e desejam acessar a Palavra de Deus em seu próprio dialeto. Os líderes da igreja Kadaclan pediram ajuda a FSS e eles elaboraram um plano para que o Novo Testamento Kadaclan fosse adaptado da tradução finallig. O projeto Kadaclan foi iniciado em 2019 com três tradutores locais que usam o Novo Testamento em finallig como idioma de origem. Os membros da equipe estão empolgados, pois estão, atualmente, na etapa de “verificação do consultor” e ansiosos para uma cerimônia de celebração em 2024.

A oração de um tradutor

Assim como o primeiro tradutor, Dave, Fukuda San também teve que deixar Barlig após servir lá alguns anos. Ele voltou para o Japão para se tornar o diretor da Wycliffe Japão em 1987 e continuou o trabalho de tradução remotamente até 1994. Mesmo assim, Barlig ainda tem um grande espaço em seu coração. Fukuda San continua voltando, mesmo enquanto lidera missões de curto prazo no Japão e continua a pedir orações e outros apoios ao projeto.

Ele ora para que a FSS continue a crescer à medida que interage significativamente com outras igrejas e organizações, e que ajude o povo Barlig e Kadaclan a se envolver com as Escrituras em colaboração com as denominações, igrejas e organizações missionárias locais.

 

História: Ling Lam, Aliança Global Wycliffe

Em Moçambique, a tradução promove união

Líderes da igreja colaboram à medida que o projeto Phimbe toma forma

Leia mais

A jornada da tradução da Bíblia

Como a Bíblia é traduzida para outro idioma? A equipe de tradução e a comunidade de Bantayanon em parceria com a Wycliffe Filipinas, nos dá o roteiro de como a tradução da Bíblia é feita. Essa curta viagem mostrará algumas partes das escrituras traduzidas para o idioma Bantayanon, e responderá algumas perguntas frequente sobre este ministério.

Leia mais

As organizações da Aliança continuam focadas na Ucrânia

Agora, em seu quinto mês, a guerra na Ucrânia co...

Leia mais