Auxiliando a área da Saúde nas Filipinas

Tradutores da Bíblia ajudam a traduzir o infográfico sobre o COVID-19.

Muitas comunidades de idiomas nas Filipinas não tiveram acesso a informações cruciais sobre o COVID-19, nos idiomas que entendem melhor. Com o objetivo de atender a essas comunidades de idiomas durante a pandemia de coronavírus, um grupo de estudantes e apoiadores ligados ao departamento linguístico da Universidade das Filipinas (UP) começou uma iniciativa base que buscava voluntários para ajudar a traduzir informações de saúde sobre o coronavírus para os idiomas filipinos. Tradutores de três organizações de tradução da Bíblia nas Filipinas responderam com apoio.

Ibaloy (traduzido pela equipe Wycliffe Filipinas)

Participando de um esforço nacional

Uma postagem nas mídias sociais pedindo voluntários para ajudar a traduzir o infográfico da Organização Mundial da Saúde sobre o COVID-19 chamou a atenção de Manny Tamayao, gerente de bibliotecas e arquivos da SIL Filipinas, e membro da equipe de liderança da SIL. Manny, apaixonado por idiomas, compartilhou essa necessidade com os tradutores da SIL Filipinas, assim como com a Associação de tradutores das Filipinas (ATF), organização da aliança global Wycliffe eWycliffe Filipinas. Tradutores Bíblicos das três organizações de tradução se juntaram a um grupo de voluntários da comunidade em todo o país, e traduziram o texto do infográfico ‘WHO COVID-19’ para um total de 55 idiomas. (A equipe da SIL, ATF e Wycliffe Filipinas traduziram 11 delas.)

“Estou feliz que algumas organizações tenham reconhecido a necessidade de traduzir essas informações para outros idiomas, não apenas a língua franca principal, ou apenas para o inglês ou apenas em filipino”, disse Manny. “Nós [na SIL, ATF e Wycliffe Filipinas] ficamos felizes em fazer parceria com [a Universidade das Filipinas] nessa iniciativa, e também estamos felizes em ver voluntários trabalhando em todo o país”.

Tendo um impacto

Inakeanon (traduzido pela equipe da ATF)

Os participantes do projeto encontraram sua cota de “obstáculos pelo caminho”. Apareceram algumas diferenças ortográficas em um idioma que precisaram ser resolvidas. A divulgação nas mídias sociais foi um desafio para um idioma no sul montanhoso, por causa da conectividade limitada à Internet; portanto, versões impressas foram distribuídas. No entanto, os materiais estão alcançando o público-alvo: Manny observou que uma postagem on-line em um idioma na Filipina central foi compartilhada e recompartilhada várias vezes.

Os funcionários da SIL e da ATF encontraram outra forma de contribuir com seus conhecimentos. Eles estão desenvolvendo algumas diretrizes básicas sobre como produzir uma tradução que não seja apenas precisa, mas também flua naturalmente no idioma de chegada. O objetivo é ajudar os tradutores iniciantes a estarem melhor equipados para produzir um texto traduzido, que comunique claramente o significado original e de forma natural aos falantes nativos; o que, às vezes, pode ser um equilíbrio delicado.

Mandaya (traduzido pela equipe da SIL Filipinas)

A iniciativa fundamentada em voluntariado, permitiu a divulgação de informação crucial de saúde, sobre o COVID-19 em vários idiomas locais em todo o país. E Deus usou as conexões de Manny com colegas e amigos linguísticos da UF (Universidade das Filipinas), para abrir a porta para os membros do movimento de tradução da Bíblia ajudarem a tornar esses materiais vitais acessíveis às comunidades em que estão servindo.

Para acessar os infográficos sobre o COVID-19 nos idiomas filipinos, clique aqui.

História por Gwendolyn Davies

A história de Kennya

“Você precisa falar com meu pai” Como uma jovem brasileir...

Read more

Uma vila cigana transformada

  Por Jurek Marcol Em 2017, a Associação Missionária Bíblica...

Read more

Pandemia promove inovação em consultoria

Em lugares onde a tradução da Bíblia sempre foi um processo presenc...

Read more