Aceitando o descanso

A pandemia forçou muitos trabalhadores transculturais a permanecer em seu país de origem ou residência, impossibilitados de se encontrar com outros membros de sua equipe. Grande parte do seu trabalho agora acontece online. Após mais de um ano de prática, muitos disseram ter tido mais reuniões, e ter concluído mais trabalho do que antes. Embora seja bom ver o progresso, o trabalho em casa tem confundido a fronteira entre trabalho, família e descanso.

Algumas pessoas dizem: “Descansar é se preparar para uma jornada mais longa”. Isto faz sentido, especialmente para as pessoas que se sentem relutantes em fazer uma pausa. Há simplesmente muito a fazer; o descanso parece ser um luxo. No entanto, quando o descanso é usado como uma desculpa para trabalhar mais, eles não se sentem mais culpados.

Mas espera. Somos assim tão vitais e não temos permissão para descansar? O descanso é simplesmente um meio de nos preparar para mais trabalho?

Ilustração: Sophia Chong

O descanso nas escrituras

O descanso é vital para todos os humanos. Significa muito mais do que apenas reenergizar nosso corpo e mente. É também um conceito espiritual que impacta nosso relacionamento com Deus, com os outros e com nós mesmos. Na verdade, Deus foi o primeiro a descansar:

“No sétimo dia Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou. Abençoou Deus o sétimo dia e o santificou…” (Gênesis 2:2-3a).

Nos evangelhos, Jesus muitas vezes se retirou para lugares solitários para descansar e orar, especialmente depois de algum trabalho pesado, e antes de enfrentar grandes desafios.

“Tendo despedido a multidão, subiu sozinho a um monte para orar. Ao anoitecer, ele estava ali sozinho” (Mateus 14:23 NVI).

Como parte da criação de Deus, devemos descansar com um coração de apreciação, gratidão e alegria. O descanso nos dá o contexto certo e coração aberto para estarmos com Deus, e lembrarmos de Sua graça e de nosso chamado. Ao aprendermos a depender Dele, e não dos nossos próprios esforços, somos renovados pelo poder do Espírito Santo.

Uma colagem criada por Sineina Gela, membro da equipe de oração durante o retiro virtual da equipe. A colagem é um exercício de oração que ajuda os participantes a meditar. Através deste exercício, Sineina refletiu sobre seu relacionamento com Deus, e como Ele dá a água viva e a sustenta, mesmo em circunstâncias perigosas.

Retiro da equipe durante a pandemia

Embora seja difícil fazer retiros de equipe durante a pandemia, algumas equipes conseguiram fazer isso com sucesso. Jo Johnson, Consultora de Oração da Aliança Global Wycliffe, falou sobre o retiro online que a sua equipe realizou em janeiro de 2021.

“Nada é o mesmo do que estar no mesmo espaço um do outro, compartilhando refeições, contando histórias, etc.”, diz ela, “mas este foi um tempo muito valioso e encorajador para mim, uma vez que o Reino Unido se encontrava numa fase particularmente sombria da COVID”.

A equipe de oração que Jo lidera, é composta por cinco senhoras que ajudam a promover o movimento de oração pela tradução da Bíblia e seus ministérios relacionados, ao redor do mundo.

Para uma equipe global como a da Jo, fazer um retiro online não foi fácil. “Não existe uma ‘hora boa’ para nos encontrarmos”, diz ela.

Os membros da equipe vivem em todo o mundo – de Papua Nova Guiné (UTC+10), Filipinas (UTC+8), ao Reino Unido (UTC+1), ao Texas (UTC-6) e Califórnia (UTC-8), nos EUA. Em seguida, tivemos um diretor espiritual convidado do meio do Canadá (UTC-7). No final, Jo escolheu as 22h no Reino Unido, como horário de reunião. Essa não foi a melhor hora para ela, mas a melhor para acomodar a todos. Quanto aos locais, devido ao isolamento nos seus respectivos países, eles não conseguiram encontrar casas de retiro na época. Eles podiam ficar em casa e se encontrarem via Zoom.

A equipe convidou Karen Block, parte da equipe de vida espiritual da SIL Internacional, para ajudar a conduzir o tempo em torno de Jeremias 17:5-8. Eles se reuniram quatro dias seguidos, por uma hora diariamente. Depois passaram o dia orando, meditando e fazendo atividades de oração; como desenhar, colar e escrever poemas, enquanto buscavam a Deus por renovação e orientação para o ano seguinte.

Ling Lam, membro da equipe de liderança da Ásia-Pacífico, ficou grata por ter tempo e espaço para ficar longe das ocupações rotineiras. Ela gostou do visual de seu quarto de hotel em direção ao Victoria Harbour, em Hong Kong. Foto: Ling Lam

“Foi uma rica experiência”, diz Jo. “Ficamos surpreendidos em como Deus falou conosco, tanto individualmente como corporativamente. Deixamos o tempo tendo uma clara sensação de que Deus disse que deveríamos ser fortalecidos através do descanso e restauração Nele, para fortalecer aqueles com os quais nos relacionamos, ou com os quais tínhamos dado a nossa contribuição.

“Isto orientou as prioridades que estabelecemos, as atividades das quais participamos e iniciamos, e até influenciou o tema do dia mundial de oração – Força para a caminhada. Eu diria que foi uma experiência muito positiva para todos nós”.

O descanso envolve determinação

Em junho de 2021, a equipe de liderança Ásia-Pacífico da Aliança, também realizou um retiro virtual de dois dias. Os seis membros da equipe ficaram em um hotel local ou em casa, de acordo com os protocolos de segurança de seu respectivo país. Todos, exceto uma mulher solteira, foram acompanhados por seus cônjuges e até mesmo filhos pequenos.

Participando do retiro via Zoom de Papua Nova Guiné, Austrália, Indonésia, Singapura e Hong Kong, com os fusos horários aproximados, fez com que a equipe se reunisse por mais horas a cada dia. Todas as manhãs, um membro compartilhava algo da Palavra de Deus. Em seguida, houve o compartilhamento individual, oração um pelo outro e jogos. No meio, havia bastante tempo livre para que todos pudessem descansar e relaxar. Um membro optou por fazer um passeio local em um ritmo mais lento; outro ficou em casa para assistir aos dramas da TV; outro levou sua esposa e filhos para a piscina para se divertir. À noite, eles se reuniam novamente para compartilhar sua reflexão, e como eles experimentaram o descanso.

“Esta foi uma experiência única e inédita”, diz Simon Wan, O diretor da área Ásia-Pacífico. “A doce comunhão uns com os outros e com nossos cônjuges; orar uns pelos outros, compartilhar de forma transparente sobre nossas vidas e relaxar, a tornou memorável e especial. Fomos abençoados pelas devoções profundas da Palavra de Deus, e podemos dizer que fomos revigorados pelo descanso do trabalho”.

Embora o retiro online não tivesse nenhum tema específico, os membros da equipe se incentivaram a parar deliberadamente o trabalho, a desfrutar de um tempo de descanso, a praticar o deleite e a contemplar à Deus. Alguns membros admitiram que descansar envolvia muita determinação, visto que estavam acostumados com as ocupações. Para eles, ficar sem o e-mail foi uma escolha intencional e difícil.

Deus ordenou trabalho e descanso. Embora o mundo nunca pare para nós, nós como seres humanos, precisamos parar de trabalhar regularmente. Como cristãos, podemos pausar o nosso trabalho pela fé para abraçar as ricas recompensas do descanso dado por Deus.

História: Ling Lam, Aliança Global Wycliffe

Pavimentando o caminho 

Duncan Kasokason, o primeiro consultor nacional da Associação de tradução da Bíblia de Papua-Nova Guiné, conta como alcançou este marco e sobre o seu desejo de ajudar a treinar outros tradutores. 

Read more

Através dos Olhos de um Consultor: Um Vislumbre da Tradução Oral da Bíblia

Evelyn Gan atua como consultora de tradução da B...

Read more

A tradução oral da Bíblia passa para o primeiro plano

Hoje, nenhuma conversa sobre o movimento global de...

Read more